Inspirados no cicloturismo europeu que promove o turismo local com uma série de serviços, Pinhais, Piraquara e Quatro Barras, cidades da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) conhecidas por belas paisagens naturais e um amplo circuito turístico, unem forças e criam a Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu. Com 42,1 quilômetros de extensão, o circuito é composto por florestas, campos, várzeas e montanhas que guardam a pureza das águas que abastecem a Grande Curitiba, formando o gigante Rio Iguaçu.

(Foto: Divulgação)

 

O lançamento oficial da Ciclorrotas Nascente do Iguaçu já tem data, será no domingo, dia 18 de agosto, com uma pedalada inaugural que contará com eventos especiais em cada uma das cidades participantes.o trajeto os cicloturistas conhecerão um pouco mais da história dos povos que colonizaram a região, além de terem diversas opções de lazer e gastronomia, bem como serviços associados.

Trajeto

Ao longo do trajeto toda a infraestrutura foi pensada para proporcionar mais conforto e informações aos turistas. Para isso serão instalados totens e placas indicativas, estas com informações detalhadas da Ciclorrota e específicas sobre a região. Estas contarão ainda com QR Codes (também existentes nos materiais impressos) que levarão a um mapa turístico digital de cada município.

O circuito conta com trechos asfaltados, estrada de chão, outros pisos e a elevação é variada, proporcionando mais ação ao turismo, tudo isso com belas paisagens naturais levando mais emoção. Soma-se a isso a rica história da região, muito lazer, uma variada gastronomia e muitos outros serviços. Sua infraestrutura foi pensada para atrair não somente ciclistas, mas também corredores, caminhantes e turistas.

Pinhais

A concentração da inauguração no dia 18 de agosto começará às 8h30 em Pinhais, no Parque das Águas, com saída às 9h. O diretor de turismo da cidade, Wilton José de Souza Netto, explicou à Banda B que a união dos três municípios foi fundamental para que a Ciclorrotas torna-se uma realidade. “São três cidades unindo pequenas rotas para divulgar uma nova maneira de locomover estes ciclistas. Mais uma canal de locomoção, passando por lugares turísticos religiosos e familiares. Por si só, a qualidade das vias já são atrativos”, descreveu.

(Foto: Divulgação)

 

Pinhais é a menor cidade do Paraná em extensão territorial é um dos mais novos municípios do Paraná, e também o mais próximo do centro da capital do Estado. Com uma infraestrutura invejável, quase 100% das suas ruas são pavimentadas, o modelo de gestão também é inovador ao aliar o cuidado com meio ambiente, inovação tecnológica e desenvolvimento econômico.

Piraquara

De Pinhais, os cicloturistas seguirão para Piraquara, onde o evento de inauguração será às 10h30. A diretora de Turismo da cidade, Mariana Gregorio, ressalta as belas paisagens presentes nas rotas. “Aqui em Piraquara são paisagens lindas, com a Serra do Mar e as duas represas, distribuídas para que se conheça um pouco da região”, salientou.

Reservatório Carvalho em Piraquara

Piraquara é conhecida por abrigar as nascentes do Rio Iguaçu em seus mananciais de águas cristalinas, é cenários de belezas diversificadas. Sua rica cultura vinda da colonização italiana se demonstra na arquitetura, costumes locais e gastronomia. A cidade, cujo nome em tupi significa “toca de peixe”, tem 93% do seu território como área de proteção ambiental. Entre os pontos turísticos mais visitados estão o Morro do Canal, o Reservatório do Carvalho e a Aldeia Indígena Araçaí, de etnia guarani.

Quatro Barras

De Piraquara, a última parada será às 11h30 em Quatro Barras. O prefeito Angelo Andreatta, conhecido como Lara, ressaltou que a Ciclorrotas é fruto de um esforço dos técnicos das três cidades, que trabalharam de forma integrada. “Estudo começou com os técnicos das prefeituras vendo o potencial de lazer e turismo. Pensamos em se integrar e buscar uma rota segura para este modal. A partir de então dividimos os esforços e cada uma ficou com uma meta do projeto”, ressaltou.

(Foto: Divulgação)

A cidade metropolitana recebe de 300 a 500 pessoas por semana, com as belezas naturais da Serra do Mar. Com a Ciclorrotas, a expectativa é de um publico ainda maior. “Tudo isso vai fazer com que os amantes da bike venham conhecer e compartilhar este novo modelo de turismo que o Paraná vai lançar, com os municípios metropolitanos sendo os embrionário desta novidade, concluiu.

Rica em história, Quatro Barras ainda reserva trechos dos primeiros caminhos coloniais que conectaram o litoral ao planalto de Curitiba, por onde foram transportadas riquezas que marcaram os ciclos de desenvolvimento do Estado. A natureza está presente no próprio nome “Quatro Barras” – alusão às barras dos rios que esbanjam água pura. Nesta região a Serra do Mar mostra seus primeiros relevos como os Morros Anhangava e Pão de Loth, que abrigam uma verdadeira explosão de vida.

Rotas Menores Temáticas

Para trazer ainda mais facilidade aos cicloturistas, o roteiro é dividido em Rotas Menores Temáticas, sendo a principal delas com 42,1 quilômetros, iniciando e terminando no Parque das Águas de Pinhais. Nas Rotas Menores os cicloturistas poderão iniciar em qualquer um dos 13 pontos, as quais somadas terão uma extensão superior a 255 quilômetros.

Em Pinhais as Rotas Menores são divididas em quatro: Cervejeira (9,9 km), Caminho das Águas (15,6 km), Ecológica (7,3 km) e Curitiba-Parque das Águas (5,9 km). Em Piraquara elas são cinco: Parque das Águas Piraquara (18 km), Mananciais da Serra (20 km), Túnel da Roça Nova (26,4 km), Colonização Trentina (14,2 km) e Morro do Canal/Aldeia (8,6 km). Já em Quatro Barras também serão quatro Rotas Menores: Montanhas (12,km), Caminho do Itupava (9,3 km), Graciosa Mata Atlântica (24,3 km) e Circular Quatro Barras (19,3 km).